É uma cirurgia simples, segura e rápida, que pode ser feita em ambulatório, com anestesia local e sem necessidade de internação. A cirurgia é responsável por  interromper a circulação dos espermatozoides produzidos pelos testículos, impedindo assim a gravidez.

O método contraceptivo é bem eficaz, entretanto, muitos homens não passam pelo procedimento porque acreditam nos rumores de impotência sexual.

Como é feita a vasectomia?

O médico aplica uma anestesia local e retira um fragmento de cada um dos dois canais que levam os espermatozoides dos testículos ao pênis. O procedimento leva de 15 a 20 minutos e não há necessidade de internação hospitalar.

Nas primeiras ejaculações depois do procedimento, ainda existem espermatozoides no esperma ejaculado, ou seja, ainda existe o risco de o homem engravidar a mulher.

A vasectomia só será considerada segura quando o exame realizado, o espermograma, mostrar que não existem mais espermatozoides no esperma ejaculado. Até que o espermograma seja negativo, o homem ou a mulher devem usar algum outro método para evitar a gravidez.

Importante! O procedimento não causa nenhum problema de saúde para o homem e não altera sua vida sexual.  O seminal (líquido produzido na próstata e na vesícula) continua sendo eliminado normalmente durante a ejaculação. Assim sendo, não há interferência na função erétil ou na potência sexual.

Critérios para a realização da vasectomia

  • Ter no mínimo 2 filhos vivos;
  • Ter no mínimo 25 anos de idade;
  • Ter estabilidade conjugal (se estiver casado);
  • Haver comum acordo do casal;
  • Existir indicação psicológica e/ou social;em caso de pessoas absolutamente incapazes mediante laudo psicossocial e/ou médico, poderá ocorrer a esterilização com autorização judicial.

No SUS

O Sistema Único de Saúde tem ações para facilitar o acesso do homem ao procedimento e a possibilidade de fazer a cirurgia em ambulatório médico, sem necessidade de internação. O procedimento faz parte da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem.

O primeiro passo é procurar uma unidade básica de saúde para fazer um levantamento geral da saúde do homem que deseja fazer a vasectomia. Após essa avaliação, o médico encaminha o paciente para um especialista que dará todas as orientações e fará a cirurgia.

Fonte:

Ministério da Saúde. Vasectomia. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2131-vasectomia. Acesso em: 16/02/2019.

Ministério da Saúde. Saiba o que é vasectomia. http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/53282-o-que-e-vasectomia. Acesso em: 16/02/2019.