O sangramento pós-parto também conhecido como lóquios, é conhecido como um processo natural em todas as mulheres. Ocorre porque a placenta é eliminada após o parto e a parte interna do útero onde ela estava grudada fica como se fosse uma “ferida”, que vai cicatrizando aos poucos.

Ao longo dos dias, o útero expele todo o sangue que revestia o útero durante a gestação e em média dura de 3 a 6 semanas. Vale lembrar que o intervalo de tempo depende de cada mulher.

Nos primeiros dias, os lóquios têm cor de sangue, após alguns dias tornam-se de cor rosada, amarelada e, finalmente, transparente.

O cheiro do lóquios deve ser parecido com o da menstruação. Se ele apresentar cheiro forte, febre e presença de coágulos grandes podem indicar infecção, sendo necessário  procurar avaliação médica.

IMPORTANTE! Quando a mulher amamenta, a perda de sangue é menor porque a sucção do leite materno estimula a contração do útero. É por causa disso que quando o nenê suga o peito, a mãe sente uma cólica. Isso é sinal de que o útero está se contraindo.

Quais os cuidados para o sangramento pós-parto?

Durante esse período faça uso de absorventes higiênicos e não de tampões vaginais, que podem causar infecção.

O repouso durante o período de sangramento pós parto é essencial, procure evitar esforços desnecessários e alimentar-se muito bem.

Relação sexual não é indicada para o período, pois existe o risco de contágio de infecções e o processo de cicatrização ainda não foi concluído.

O retorno da menstruação pode variar de acordo com mulher, para aquelas que estão em aleitamento materno exclusivo por livre demanda geralmente não ocorre a ovolução e assim poderá não apresentar a menstruação, retornando em torno de 7 a 8 meses após o parto.

Para mulheres que não estão amamentando ela geralmente retornará em torno de 3 a 4 meses.