A “preparação” das mamas para a amamentação, tão aplicada no passado, não tem sido mais recomendada de rotina. A gravidez se encarrega disso. 

Manobras utilizadas antigamente para aumentar e fortalecer os mamilos durante a gravidez, como esticar os mamilos com os dedos, esfregá-los com buchas ou toalhas ásperas, não são recomendadas, pois na maioria das vezes não funcionam e podem ser prejudiciais, podendo inclusive induzir ao trabalho de parto.

É importante lembrar que quando a mama é estimulada, o organismo produz ocitocina, hormônio que estimula a contração. E, para as mulheres que correm risco de aborto, o estímulo pode acarretar parto prematuro ou aborto.

Contraindicação:

Uso de conchas ou sutiãs com um orifício central para alongar os mamilos; sabões, cremes ou pomadas no mamilo.

É indicado:

Banhos de sol nas mamas por 15 minutos, até 10 horas da manhã ou após as 16 horas, ou banhos de luz com lâmpadas de 40 watts, a cerca de um palmo de distância são recomendados.

O uso de sutiã adequado ajuda na sustentação das mamas, pois na gestação elas apresentam o primeiro aumento de volume.

Os nossos enfermeiros estão disponíveis para esclarecer todas as dúvidas referente ao tema. Se preferir, ligue no 0800 200 0202.

Fonte:
BRASIL. Ministério da Saúde. Atenção Primaria à Saúde. Telessaúde Brasil. Disponível em: http://aps.bvs.br/aps/quais-recomendacoes-devem-ser-dadas-em-relacao-ao-preparo-das-mamas/?post_type=aps&l=pt_BR. Acesso em: 03/01/2019.