A gravidez está associada a diversas mudanças envolvendo múltiplos órgãos, incluindo os olhos. A maioria das mudanças oculares durante a gravidez que afetam os olhos tem natureza hormonal, metabólica, hematológica, cardiovascular e imunológica. É o que dizem os especialistas.

 Quais são os problemas visuais mais comuns em grávidas? 

Os problemas visuais mais comuns na gestação podem ser divididos em: alterações fisiológicas, doenças oculares pré-existentes e alterações patológicas. Isso ocorre porque os altos níveis de progesterona, hormônio fundamental da gravidez pode afetar o colágeno da córnea e levar a doenças ocasionais e permanentes.

Dentre as doenças e alterações e possível citar: glaucoma, retinopatia diabética, sensibilidade corneana, cegueira cortical, dentre outras alterações. A chamada visão manchada ou notar pontos pretos na imagem podem significar pressão alta na gravidez e exige acompanhamento médico, pois os níveis elevados de pressão sanguínea podem ocasionar o descolamento de retina. Outra questão comum é o diabetes gestacional, distúrbio que merece atenção. Durante a gravidez, existe um aumento na produção do hormônio lactogênio placentário, que inibe a produção de insulina, aumentando os níveis de açúcar no sangue.

Como as gestantes podem se proteger?

O acompanhamento pré-natal sempre é a melhor forma de prevenir e detectar precocemente as alterações graves que podem ocorrer e isso inclui uma visita ao oftalmologista. Além da visita ao médico, estar atenta à higiene dos olhos e utilizar corretamente os óculos também ajudam na prevenção. Hoje no mercado existem lentes com tratamentos diferenciados que proporcionam um conforto visual maior aos usuários e diminuem a sensação de vista cansada, o que pode ser mais um benefício para as grávidas.

Fonte:

GOUVEIA, E,B; CONCEIÇÃO, P,S,P; MORALES, A, S, M. Mudanças oculares durante a gestação. Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/abo/v72n2/29.pdf. Acesso em: 23/03/2019. Acesso em 23/03/2019.