Segundo o Instituto Nacional de câncer (INCA), o câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura.

É importante que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração observada na mama.

  • Deformações ou alterações no formato das mamas;
  • Abaulamentos ou retrações;
  • Ferida ao redor do mamilo;
  • Nódulos ou caroços nas mamas e axilas e;
  • Secreções pelos mamilos.

Fique atento (a)! A recomendação no Brasil, atualizada em 2015, é que mulheres entre 50 e 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos.

Quais os benefícios do autoexame?

Quando a mulher conhece bem suas mamas e sabe diferenciar o que é normal e o que deixa de ser normal para ela, pode estar atenta a essas alterações e buscar o serviço de saúde quando for necessário.

Objetivo do exame é identificar e tratar qualquer alteração, tais como,  pequenos nódulos nas mamas e axilas, saída de secreções pelos mamilos, mudança de cor da pele, retrações, e outros.

Lembrando: Fazer visitas anuais ao ginecologista, realizar o auto-exame, por pelo menos uma vez por mês e fazer exames complementares é de suma importância para a detectar a doença.

Alô Mãe Paulistana