A gestação é marcada por diversas modificações, físicas, hormonais e psicológicas. Entre as modificações muito frequentes temos a Linha Nigra, uma mancha que aparece no abdome na região umbilical ou em todo abdome, causado pela hiperpigmentação da linha alba.   

Essa alteração é causada pela elevação dos níveis de hormônio melanocítico estimulante associado com a elevação de dos hormônios estrógeno e progesterona.   

A alteração é mais comum do que se imagina, cerca de 90% das gestantes podem desenvolver essa mancha. Costuma aparecer entre 12 a 14 semanas de gestação em virtude do desenvolvimento uterino.  

A intensidade daLinha Nigra pode variar de acordo com a pele da pessoa, estudos apontam que o escurecimento pode ser mais evidente em mulheres pardas e negras, porém, pode surgir em qualquer gestante.   

Por ser uma alteração fisiológica comum na gestação, costuma regredir no pós-parto, porém em alguns casos embora reduzam a quantidade de pigmento, não volta a coloração da pele anterior.  

Prevenção 

Não há como prevenir o surgimento da Linha Nigra, pois seu aparecimento está relacionado com alterações hormonais, mas o uso de protetor solar vai atuar na desaceleração principalmente se a gestante se expuser ao sol em piscinas ou praia.  

Tratamento

Para tratamento clareador é recomendado a consulta com especialista dermatologista no pós-parto.  

Referências 

Fernandes LB, Mendonça CR, Amaral WN. Alterações dermatológicas na gravidez: revisão da literatura. FEMINA. Março/Abril 2014, vol 42, nº 2. 

Urasaki MBM. Alterações fisiológicas da pele percebidas por gestantes assistidas em serviços públicos de saúde. Acta Paul Enferm 2010;23(4):519-25.