O hordéolo, também conhecido popularmente como terçol, terçolho, treçolho e viúva, é uma inflamação das glândulas das pálpebras, localizadas junto à raiz dos cílios.

A infecção se dá pela bactéria Staphylococcus aureus, e dificilmente causa maiores complicações.

A infecção é responsável por formar uma abscesso (caroço) arredondada, avermelhada e cheia de pus, deixando a área atingida dolor e sensível.

Alguns dos sintomas são:

  • Dor local, vermelhidão e inchaço na região palpebral;
  • Prurido (coceira) e edema (inchaço);
  • Presença de um caroço arredondado, doloroso e inchado, com um pequeno ponto amarelo no centro;
  • Aumento da temperatura na região;
  • Sensibilidade à luz e lacrimejamento dos olhos.

E os cuidados?

Geralmente, não requer uso de medicamentos e, por isto, o tratamento pode ser realizado em casa pelos pais e/ou responsáveis.

As principais recomendações são:

  • Evite acúmulo de secreção ao redor dos olhos;
  • Use compressa úmida e morna para retirar as secreções;
  • Deve-se higienizar o local afetado por 3 a 4 vezes ao dia;
  • Evite mexer o local inflamado.

É importante lembrar que as mãos limpas são sempre o melhor remédio para evitar a transmissão de vírus e bactérias. As mãos do bebê e do cuidadores DEVEM sempre se manter higienizadas.

Quando requer necessidade de medicamentos, os mais utilizados são as pomadas à base de antibióticos e corticosteroides.

Lembrando, apenas o médico pode prescrever medicamentos. Na dúvida, procure por avaliação médica.

Leia também: Polidactilia ou dedos extras

Alô Mãe Paulistana