O Hipotireoidismo Congênito é causada pela incapacidade da glândula tireóide do recém-nascido em produzir quantidades adequadas de hormônios tireoideanos, podendo comprometer o seu desenvolvimento e levar problemas neurológico permanente, chamado de cretinismo.

IMPORTANTE!
Crianças que não submetidas a Programas de Triagem Neonatal e, consequentemente, não tratadas precocemente, terão o crescimento e desenvolvimento mental seriamente comprometidos.

Por isso, a realização do Teste do Pezinho é fundamental. A triagem neonatal detecta o HC. No Brasil, o Teste do Pezinho é obrigatório e sua abrangência é de 100% dos nascidos. Leia mais sobre (aqui).

A maior parte dos sinais e sintomas está presente em 6 a 12 semanas de vida, especialmente letargia(estado de inconsciência), obstipação intestinal e hérnia umbilical.

Como funciona o tratamento?

A idade ideal para início do tratamento, deve ser no máximo até 14 dias, pois após essa idade, nos casos de HC por atireose e disormonogêne­se grave, já poderá ocorrer algum dano cerebral.

O tratamento geralmente é feito com um medicamento chamado levotiroxina. A dose do medicamento dependerá da prescrição médica e o tratamento será realizado durante toda a vida.

Fonte:

Sociedade Brasileira de Pediatria. Hipotireoidismo congênito. Disponível em: http://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/sbp-divulga-documento-cientifico-sobre-hipotireoidismo-congênito/. Acesso em: 09/02/2019.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Hipotireoidismo Congênito. Disponível em: https://www.endocrino.org.br/hipotireoidismo-congenito/. Acesso em: 09/02/2019.