As náuseas e vômitos são sintomas muito comuns principalmente no início da gestação na 8ª semana e costumam persistir até 16ª semana.

Mas o que provoca as náuseas e vômitos na gestação?

As causas são multifatoriais, mas a que melhor explica o aumento dos sintomas é o aparecimento da gonadotrofina coriônica e o aumento do estrogênio e da progesterona durante a gravidez, que chega atingir o seu pico máximo entre a 7ª a 10ª semana.

Cerca de 85% das gestantes irão se queixar se náuseas e vômitos na gestação, sendo que 25% referem quadro de náusea matinal apenas.

Felizmente, a grande maioria das gestantes não necessita de medicações ou abordagens intensivas.

Quando as náuseas e vômitos (emêse) passam a ser Hiperêmese gravídica?

Principalmente quando interfere nas atividades de diária e gera incapacidade para gestante, o que compromete a sua qualidade de vida.

Alguns sinais e sintomas da Hiperêmese gravídica:

· Perda de peso em mais de 10% do que no início da gestação

· Desidratação

· Diminuição da freqüência urinária

· Desnutrição ou Anemia severa

Nessas ocasiões há necessidade de intervenção médica.

Dicas para diminuir o desconforto

· Faça uma dieta fracionada (6 refeições leves ao dia)

· Evite frituras, gorduras e alimentos com cheiros fortes ou desagradáveis

· Evite ingerir líquidos durante as refeições, dando preferência à sua ingestão nos intervalos

· Procure ingerir alimentos sólidos antes de se levantar pela manhã, como bolacha de água e sal.

· Opte por ingerir alimentos gelados, cítricos.

Referências:

SÉRIE ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES FEBRASGO ÊMESE DA GRAVIDEZ, n2, 2018.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Cadernos de Atenção Básica. ATENÇÃO AO PRÉ-NATAL DE BAIXO RISCO. Série A. Normas e Manuais Técnicos, n° 32. Brasília – DF 2012.