O que é hepatite C?

Hepatite C é uma doença viral que compromete diretamente o fígado, e é causada pelo vírus C (HCV) .

Portanto, a maioria das pessoas não sabe que tem hepatite C, as vezes a descoberta é através de realização de exames de rotina  ou quando os sintomas da doença começam a parecer, o que geralmente acontece quando o quadro já está avançado.

Segundo o Departamento de IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis), Aids e Hepatites Virais, as principais forma de transmissão são:

  • Transfusão de sangue;
  • Compartilhamento de material para uso de drogas (seringas, agulhas, cachimbos, entre outros), higiene pessoal (lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, alicates de unha ou outros objetos que furam ou cortam) ou para confecção de tatuagem e colocação de piercings;
  • Da mãe infectada para o filho durante a gravidez (mais rara);
  • Sexo sem camisinha com uma pessoa infectada (mais rara).

O Brasil é um dos únicos países em desenvolvimento no mundo que oferece prevenção, diagnóstico e tratamento universal para as hepatites virais em sistemas públicos e gratuitos de saúde.

Os sintomas em pessoas com hepatite C aguda é muito raro. porém, quando apresentados os principais são:

  • Tontura, cansaço, enjoo e/ou vômitos;febre;dor abdominal;pele e olhos amarelados;urina escura e fezes claras.

Por se tratar de uma doença silenciosa, é IMPORTANTE consultar-se com um médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam todas as formas de hepatite. A maioria das vezes, é aconselhável uma cesariana para diminuição do risco da transmissão para o recém-nascido.

Fique atenta: Não existe vacina contra a hepatite C, portanto, deve-se ter cuidado redobrado com a forma de contagio e prevenir-se.

Como funciona o tratamento da hepatite C na gravidez?

Na gravidez não existe um tratamento antiviral específico para a hepatite C, pois a combinação de interferon e ribavirina – também é contraindicada para gestantes.  

Toda gestante deve se atentar as recomendações médicas, inclusive sobre o tipo de parto e amamentação (fissuras no seio da mãe podem permitir a passagem de sangue).

 

Alô Mãe Paulistana