O que é?

Hemangioma infantil é o tumor benigno mais comum. A alteração se dá pelo acúmulo anormal de vasos sanguíneos na pele ou nos órgãos internos que pode ocorrer em qualquer parte do corpo.

É mais prevalente no sexo feminino e em bebês prematuros, baixo peso, ou em bebês cujo as mães passaram pelo procedimentos como biópsia de placenta ou aspiração de líquido amniótico durante a gravidez.

Os hemangiomas estão visíveis ao final do primeiro mês de vida.

As lesões podem ser únicas ou múltiplas, e se localizam preferencialmente na face, couro cabeludo e no tronco.

Sinais e Sintomas: As lesões são assintomáticas, a não ser que ulcerem e apresentem dor. Aos 4 meses de idade o crescimento de área e volume é rápido, de 5 meses em diante, para de crescer e começa uma lenta e longa involução.

Tipos de Hemangiomas

  • Hemangiomas superficiais: coloração avermelhada e brilhante, semelhante à cor do morango ou da framboesa.
  • Hemangiomas profundos: apresentam uma tonalidade azulada ou violácea.

Tratamento

Todos os hemangiomas infantis, de forma completa ou praticamente completa, desaparecem espontaneamente ao longo da vida. Esse fato faz com que, na maioria dos casos, o tratamento possa se limitar a apenas observar a evolução do Hemangioma Infantil, sem necessidade de medicamentos ou cirurgias.

Caso haja indicação de tratamento, esse deve ser determinado pelo médico. Pode ser usado medicação específica, durante todo o primeiro ano de vida e cirurgias se for necessário.

 

Referência

Sociedade Brasileira de Dermatologia. Hemangioma. < Disponível em https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/hemangioma/85/#tratamento> Acesso em 19/12/2020.