A gravidez na adolescência é um problema?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a gravidez na adolescência como uma gestação de alto risco devido a repercussões sobre a mãe e ao RN, além de acarretar problemas sociais e biológicos. A gravidez na adolescência pode leva consequências emocionais, sociais e econômicas para a saúde da mãe e seu filho e ocorre no extremo inferior da vida reprodutiva que é dos 10 aos 19 anos de idade.

Uma gravidez não planejada pode trazer complicações para a adolescente, seu companheiro, sua família e seu filho. A jovem terá que abandonar a escola? Quem cuidará do bebê? Quem vai sustentar o bebê? A jovem terá que trabalhar? Antes de tomar a decisão, é preciso pensar bem em todas essas questões!

Existem fatores que levam à gestação nos anos iniciais da vida reprodutiva, tais como:

  • O desconhecimento dos métodos contraceptivos
  • A dificuldade de acesso do adolescente a tais métodos
  • A dificuldade das meninas em negociar o uso do preservativo
  • Ingenuidade
  • Violência
  • Submissão
  • Desejo de estabelecer uma relação estável como parceiro
  • Forte desejo pela maternidade, com expectativa de mudança social e de obtenção de autonomia através da maternidade.
  • Entre outros.

1 em cada 5 mulheres no mundo tem já tem 1  filho antes dos 18 anos e a cada ano nascem 16 milhões de crianças filhas de mamães adolescentes.

Riscos de uma Gestação precoce

Estudos dizem que a idade mais apropriada para engravidar é entre os 20 e 35 anos, devido o menor risco mãe/bebê. Na adolescência, considera-se de alto risco, pois a adolescente não está preparada fisicamente e psicologicamente para assumir a responsabilidade da maternidade.

Consequência de uma gravidez na adolescência pode ser:

  • Anemia
  • Baixo peso do bebê ao nascer
  • Pressão alta durante a gravidez
  • Sistema emocional descontrolado
  • Dificuldade no trabalho de parto normal, sendo necessário realizar uma cesária.

No dia a dia apresenta:

  • Dificuldade de retornar seus afazeres
  • Abandono dos estudos
  • Vergonha da gestação
  • Rejeição familiar

Como evitar a gestação?

Na adolescência é necessário esclarecer todas as dúvidas dos adolescentes em relação à sexualidade, pois quem deseja ter uma vida sexualmente ativa deve saber tudo sobre como evitar uma gestação e como utilizar corretamente os métodos contraceptivos para evitar uma gravidez antes do tempo ideal.

A forma mais segura de evitar a gravidez é utilizando algum método contraceptivo, como os que citamos a seguir:

  • Camisinha (masculina ou feminina): Usar sempre uma nova para cada ejaculação.
  • Pílula anticoncepcional: Só deve ser utilizada sob orientação do ginecologista, pois quando é tomado de forma errada não evita a gravidez e causa danos à saúde.
  • Diafragma (Trata-se de um pequeno anel flexível recoberto por uma película de borracha ou silicone que é colocado pela mulher dentro da vagina até cinco horas antes da relação sexual): Também só deve ser utilizada sob orientação médica.

 A importância de utilizar algum método contraceptivo nas relações, além de prevenir a gestação, protege contra as doenças sexualmente transmissíveis como a AIDS, SIFILIS, HPV e entre outras.

Ressalto que o coito interrompido, a tabelinha e a pílula do dia seguinte não são métodos seguros para prevenir a gestação.

IMPORTANTE: Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.