Futuras mamães, as festas de fim de ano são momentos associados a refeições fartas, muitas guloseimas. Os excessos cometidos tanto no Natal e no Réveillon podem ir além do ganho de peso e comprometer a saúde durante a gestação.

O cardápio carregado de açucares e gorduras pode trazer consequências para todas que tem fatores de risco (hipertensas, tabagistas, diabéticas, sobre peso, etc).

Durante a gestação algumas mulheres já apresentam queixas como azia e má digestão, uma alimentação inadequada nessa época pode aumentar as queixas. Tome cuidado!

O consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado pelas gestantes, dê preferência para os sucos naturais.

Comece sempre pelas saladas, frutas, e depois faça a opção por carnes que sejam mais magras. Evite o consumo de massas com caldos muito gordurosos.

Algumas dicas:

Frutas:  podem servir como entrada, como acompanhamento de pratos salgados e como sobremesa, pois dão sensação de saciedade. Só evite as frutas em calda, pois são ricas em açúcar e conservantes.

Nozes e castanhas: podem ser consumidas por todos os públicos, pois possuem gorduras boas para o coração. Mas vale o alerta de que, se consumidas em excesso, contribuem para o aumento de peso.

Saladas: são leves e ricas em fibras e vitaminas. Legumes e verduras podem ser temperados com azeite, que aumenta a quantidade de HDL que é colesterol bom. Evite o excesso de sal nas saladas e molhos industrializados ou a base de maionese.

Carnes: O bacalhau deve ser dessalgado é um alimento que faz muito bem ao coração, por ser rico em ômega 3. Evite o pernil que é rico em gordura, troque-o por uma outra carne mais magras, dê preferência as brancas.

Bebidas: Quanto aos sucos, os naturais de fruta, feitos na hora, são melhores fontes de nutrientes. A polpa congelada perde alguns nutrientes, mas ainda é uma opção melhor que sucos artificiais, em pó ou em caixinha e aqueles industrializados ricos em açúcar, como os néctares de fruta.

Boas Festas !!!

Fonte:

Senado Federal. Orientações Nutricionais: da gestação à primeira infância. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/institucional/programas/pro-equidade/pdf/cartilha-orientacoes-nutricionais-da-gestacao-a-primeira-infancia. Acesso em: 20/12/2018.