O estreptococo também é conhecido popularmente como o exame do cotonete.  

O que é estreptococcus?

EGB (streptococos agalactiae) é uma bactéria Gram-positiva que coloniza naturalmente no corpo. É abrigada principalmente no trato gastrointestinal e na gestação, a sua maior preocupação é que esteja alojada entre a região anal e vaginal.

Qual a fase indicada para realizar o exame?

Este exame é realizado entre a 35º e 37º semanas de gestação. O método de rastreamento é baseado na cultura da secreção vaginal e retal. O trato genital feminino é importante reservatório desse microrganismo.

O agente é responsável por causar vários tipos de infecções neonatais, tais como:

  • Pneumonia;
  • Meningite;
  • Osteomielite;
  • Septicemia;
  • Óbito neonatal;
  • Ruptura prolongada de membranas.

Atenção: O estreptococo é capaz de se infiltrar na cavidade amniótica, independente da integridade das membranas, e consequentemente infectar o feto.

Como é feito o exame?

A análise do exame é feita de forma rápida e simples. O exame é feito com um auxilio de um cotonete, amostras são coletadas da região vaginal e anal. Após a coleta, é só aguardar o resultado, que geralmente ficará pronto em um período de poucos dias.

Para realização do exame é necessários alguns cuidados do tipo: Abstinência sexual por um período de aproximadamente 12 horas, não utilizar cremes de duchas vaginais e não tomar banho pelo mesmo período. Para maiores informações, questione o profissional responsável pela realização do exame.

E o tratamento?

O tratamento é realizado através de antibioticoterapia no período intraparto. O esquema usual é ampicilina intravenosa durante o trabalho de parto.  Como alternativas incluem a penicilina benzatina, eritromicina ou clindamicina em caso de alergia a penicilina.

O parto cesárea não previne a transmissão da bactéria para o bebê,pois a mesma pode penetrar através das membranas integras.

É recomendado que a gestante chegue ao hospital por pelo menos duas horas antes do horário da administração da primeira dose, para maior efeito da medicação.

Para maiores esclarecimentos, procure seu médico e tire todas as dúvidas, sobre o diagnóstico e tratamento da bactéria estreptococos do tipo B.