E agora? Engravidei e ainda amamento

0
58

Essa é uma das dúvidas mais freqüentes entre as mães que engravidam em um curto período.

Estudos apontam que é possível manter a amamentação em uma nova gravidez se for o desejo da mulher e se a gravidez for normal. Mas, geralmente a criança interrompe a amamentação espontaneamente quando a mãe engravida por mudanças hormonais.

Os principais motivos do desmame são:

  • A gestante produz menos leite;
  • Alteração no gosto do leite (mais salgado, por maior conteúdo de sódio e cloreto);
  • Aumento da barriga da gestante;
  • Maior sensibilidade dos mamilos durante a gravidez.

É importante ressaltar que, em caso de ameaça de parto prematuro e alterações de alto risco, o indicado é interromper a lactação e conversar com o médico.

Para as mães que optarem continuar com a amamentação, devem informar imediatamente o médico que lhe acompanha, pois, durante a gestação, a mulher tem necessidade de mais nutrientes para melhor desenvolvimento do feto.

Fique atenta! A gestante pode apresentar contrações uterinas e sentir cólica, e esses sintomas são comuns e estão associados ao processo de sucção da criança. Entretanto, em caso de sangramento e dores de maior intensidade a avaliação médica deve ser imediata.

Conheça também: A importância da amamentação

 

Alô Mãe Paulistana

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here