O que é ?

O dispositivo intra uterino (DIU) é um método contraceptivo e de longa duração. Trata-se de um método altamente eficaz, que não apresenta tantos efeitos colaterais em comparação com o uso de pílulas anticoncepcionais.

O SUS atualmente disponibiliza para todas as mulheres a colocação do DIU de cobre como método contraceptivo de longa duração.

Tipos

  • DIU de cobre: é um pequeno objeto de plástico na forma de um “T” revestido de cobre, colocado no interior da cavidade uterina com fins contraceptivos, de caráter temporário e reversível.
  • DIU hormonal: é um sistema intrauterino em forma de “T” que, após a inserção, libera o hormônio levonorgestrel dentro do útero. O objetivo da forma em T é o de ajustar o sistema de liberação ao formato do útero.

Indicações

Pode ser usado por qualquer mulher em idade reprodutiva, mulheres que não tiveram filhos ainda também podem usar o DIU como forma de se planejar.

Contraindicação

  • Gestante ou com suspeita de gestação
  • Útero Bicorno, Septado ou extensa Estenose cervical (estreitamento do canal do colo uterino).
  • Miomas uterinos (médico avalia caso a caso).
  • Infecções sexualmente transmissíveis (gonorreia, clamídia, AIDS estágios 3 e 4).
  • Doença Inflamatória Pélvica, Endometrite, Cervicite, Tuberculose Pélvica.
  • Mulheres que fazem uso de Anticoagulantes ou com Distúrbios da coagulação sanguínea (possibilidade de aumento do sangramento fluxo menstrual), isto é , no caso do uso do DIU de cobre.
  • Câncer de colo uterino.

Benefícios e Durabilidade

DIU de Cobre

Não suspende a menstruação

Não afeta a produção ou a qualidade do leite materno

Dura cerca de até 10 anos, após esse prazo é importante retirar e se não desejar engravidar inserir novo dispositivo.

Previne Gestação indesejada

DIU Hormonal

De maneira geral, é provável que ocorra redução gradual no número de dias de sangramento e na quantidade de sangue perdido a cada mês. Algumas mulheres eventualmente verificam que o sangramento é totalmente interrompido.

Não há risco durante o período de aleitamento materno.

Dura cerca de até 5 anos, após esse prazo, se não desejar engravidar deve retirar e inserir novo dispositivo.

Previne Gestação indesejada

Cuidados

Para algumas mulheres há o risco de expulsão do DIU, por isso é muito importante após a colocação do dispositivo realizar o exame de ultrassom transvaginal para observar se o organismo se adaptou.

Tanto para o DIU de cobre quanto para o DIU hormonal é muito importante que a mulher realize anualmente exames ginecológicos a fim de acompanhar a inserção e adaptação do DIU no seu organismo.

Vale lembrar que o DIU não previne infecções sexualmente transmissíveis, nesse caso somente o preservativo é capaz de prevenir.

 

Referências

MINISTÉRIO DA SAÚDE. MANUAL TÉCNICO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE – DIU COM COBRE T Cu 380 A. Brasília, 2018. < Disponível em http://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2018/12/manual_diu_08_2018.pdf> Acesso em 14/11/2020.

FEBRASGO. USO DE DISPOSITIVOS INTRAUTERINOS (DIU) EM NULÍPARAS. SÉRIE ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES FEBRASGO, 2018. < Disponível em https://www.febrasgo.org.br/media/k2/attachments/16-serie_diu.pdf> Acesso em 14/11/2020.