A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses e continuadamente até aos 2 anos de idade, isso com a introdução de alimentos complementares, como leites infantis, papas, e sopas e água.

Quando posso começar a dar água ao bebê?

De uma forma geral, durante o período de aleitamento materno exclusivo, considera-se que a quantidade de água de que o bebê precisa é fornecida pelo leite, não sendo necessário dar água extra. Desta forma, este hábito será importante apenas a partir do inicio da sua alimentação complementar.

A alimentação complementar, como o nome diz, é para complementar o leite materno e não para substituí-lo.

Por outro lado, se o bebê é amamentado com fórmulas infantis , é recomendável que se dê um pouco (30 a 50 ml) de água, entre uma mamadeira e outra. Isso porque, por melhor que sejam as fórmulas lácteas infantis, as mesmas sobrecarregam os rins dos bebês que precisam dessa água complementar para garantir seu bom funcionamento.

Para os bebês que recebem uma amamentação mista, isto é, leite materno e algum complemento, vai depender de quanto complemento o bebê necessita durante o dia.

Qual quantidade de água devo oferecer ao meu filho?

A Sociedade Brasileira de Pediatria possui uma tabela (veja abaixo) que indica a quantidade diária de água a ser oferecida para as crianças.

  • 0 a 6 meses* – 700 ml (bebês que tomam leite artificial)
  • 7 a 12 meses – 800 ml
  • 1 a 3 anos – 1300 ml
  • 4 a 8 anos – 1700 ml
  • 9 a 13 anos – 2400 ml
  • 14 a 18 anos – 3300 ml

Beber água todos os dias é fundamental para boas condições da saúde infantil. A quantidade ideal varia de acordo com a estação do ano, idade, e alimentação da criança.

Sociedade Brasileira de Pediatria. Disponível em: http://www.sbp.com.br/filiada/goias/noticias/noticia/nid/qual-a-quantidade-de-agua-que-bebes-e-criancas-precisam-tomar/. Acesso em 05/02/2019.