Quando pensamos no banho, imaginamos que o banho deve ser um momento de interação e prazer.

Mas quando falamos de um recém-nascido prematuro, devemos nos atentar para alguns detalhes importantes.

A pele do recém-nascido é órgão mais exposto após o nascimento. Cuidados adequados com a higiene previnem agressões físicas, químicas, mecânicas e infecções.

A pele é responsável por fornecer uma barreira de proteção entre o corpo e o ambiente, ela limita a perda de água, impede a absorção de agentes nocivos e garante a termorregulação, o armazenamento de gordura e protege contra traumatismos químicos. Esta barreira começa a se desenvolver no meio da gestação e está formada na 32ª semana.

Principais cuidados

A escolha de produtos para higiene:

O banho altera o ph da pele do recém-nascido e a aplicação de agentes tópicos pode retirar a proteção natural da pele.

Se houver necessidade de uso de sabonete para as áreas sujas, optar por escolher um sabonete neutro, sem abrasivos, perfume, corantes ou conservantes, e por tempo curto, menos de 5 minutos, restrito apenas na área suja, e menos de 3x na semana.

O tipo de banho:

O banho de imersão (na banheira) é indicado somente quando o recém-nascido consegue manter a temperatura corporal fora da incubadora a partir de 36,5C.

Porque a exposição à hipotermia (baixa temperatura) promove maior gasto energético e isso pode comprometer a evolução clínica.

O Banho no leito nesses casos é o mais recomendado.

Planejando o banho de imersão:

– Evite dar o banho se o bebê estiver no sono profundo

– Se estiver irritado ou chorando, consolá-lo completamente antes do banho

– Falar antes de tocar o recém-nascido

– Evitar corrente de ar

– Diminuir a iluminação e reduzir os ruídos excessivos

– Recomenda-se o banho no máximo 3x por semana

– Encher uma banheira com água morna (36 a 37ºC)

– O tempo médio do banho não deve ultrapassar 5 minutos.

Planejando o banho no leito:

– Evite dar o banho se o bebê estiver no sono profundo

– Diminuir a iluminação e reduzir os ruídos excessivos

– Fazer o banho se temperatura corporal de 36,5ºC ou mais.

– Recomenda-se o banho no máximo 3x por semana

    1. Iniciar o banho pelo rosto, sem sabonete: limpar os olhos utilizando um bola de algodão para cada olho, limpar narinas e orelhas, quando necessário, com bolas de algodão.
    2. Limpar o pescoço, braços, tórax, costas e pernas sucessivamente, com algodão úmido.
    3. Por último higienizar a região genital.

– Secar a pele com pano macio, com movimentos compressivos e suaves, sem friccioná-la.

– Finalizar o banho colocando o bebê em posição Canguru.

 

Referências

Costa AQ, Reis CSC, Alves AMA, Sá Neto JA. Efeitos do banho de imersão para a termorregulação do recém- nascido prematuro. Enfermagem Obstétrica, Rio de Janeiro, 2017. <Disponível em https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2018/10/64-330-1-PB.pdf> Acesso em 07/11/2020.

FIOCRUZ. Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente. O Banho do recém-nascido pré-termo. <Disponível em https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-recem-nascido/o-banho-do-recem-nascido-pre-termo/> Acesso em 07/11/2020.