Corrimentos genitais é um dos problemas mais comum durante o pré-natal e uma das causas mais frequentes de consulta ao ginecologista.

A infecção vaginal pode ser caracterizada por corrimento e/ou prurido e/ou alteração de odor. A  avaliação deve ser minuciosa, com informações sobre  práticas sexuais, data da última menstruação, práticas de higiene vaginal e uso de medicamentos.

A inflamação quando apresentado em caso mais grave pode levar a morte do bebê e a um parto prematuro ao extremo. Listamos abaixo os sintomas de maior preocupação.

  • Odor fétido/mau cheiro;
  • Dores na vagina;
  • Corrimentos esverdeados e amarelados;
  • Prurido/coceiras;
  • Aumento da secreção vaginal e outros.

As infecções representam um problema para as gestantes, quando não são diagnosticadas precocemente e  tratadas de forma correta, podem apresentar uma serie de complicações, tais como:

  • Parto prematuro;
  • Ruptura prematura de membranas;
  • Baixo peso ao nascer;
  • Aborto;
  • Corioamnionites (inflamação das membranas fetais (âmnio e córion);
  • Morte neonatal e  outras.

Antes de tratar o corrimento, é importante ter certeza de que o corrimento não é apenas secreção fisiológica, e sempre que um problema for detectado, é importante procurar o médico responsável pelo pré natal e realizar o tratamento adequado.

Por isso o tratamento é restrito e deve ser apenas indicado pelo médico. Vale ressaltar que não são todos medicamentos autorizados para gestantes e que a automedicação pode trazer sérios riscos para a mãe e o bebê.

IMPORTANTE!Corrimento alterado, ou seja com coloração diferente ou odor fétido, pode ser devido a alguma doença, e deve esta ser tratada imediatamente.