O corrimento vaginal é uma das preocupações mais frequentes entre as mulheres, principalmente, nas que estão em idade reprodutiva. Corrimento vaginal nada mais é  que o aumento do fluxo vaginal, geralmente causado pela umidade normal da vagina.

Na gestação, a presença de um corrimento vaginal é normal, devido à fisiologia da mulher, facilitando as infecções vaginais, como por exemplo, a candidíase. Por isso a importância de saber o aspecto desse corrimento.

O corrimento não pode apresentar :

  • Corrimento vaginal consistente
  • Malcheiroso
  • Coceira
  • Dor abdominal
  • Coloração

É possível prevenir, mantendo hábitos saudáveis e uma higiene, como:

  • Tomar bastante água. A ingesta hídrica ajuda na eliminação dos micro-organismos, ajudando a combater ou a prevenir infeções.
  • Utilizar sabonete neutro glicerinado. Os sabonetes comuns ou os sabonetes íntimos podem mudar o PH vaginal e deixar o local mais suscetível á infecções.
  • Utilizar roupas intimar de algodão e bem passadas. O elastano pode abafar a região ocasionado em um ambiente propicio para maior proliferação bacteriana e o calor do ferro mata algumas bactérias que podem ficar no local.

O tratamento adequado para os corrimentos é realizado somente com a orientação médica, pois é importante estabelecer a causa do corrimento vaginal, para que o tratamento seja adequado e eficaz.

Enfermeira Orientadora do Programa Alô Mãe Mariana S. Galhasso.

Fonte:

http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2015/Relatorio_PCDT_IST_CP.pdf

Fatos sobre Corrimento na Gravidez