A infecção do trato urinário (ITU) é uma doença muito frequente e comum que pode em gestantes e não gestantes. Durante a gestação, as mulheres passam por uma série de alterações, tanto por causa emocional quanto física e fisiológica, que as tornam mais vulneráveis às ITU.

Segundo os especialistas, o problema ocorre “de fora para dentro”, de uma maneira ascendente, em que as bactérias presentes na parte genital externa penetram na uretra e se instalam na bexiga.

Em casos de sinais e desconforto urinário, é muito importante consultar um obstetra ou o ginecologista para fazer um exame de urina e iniciar o tratamento caso seja necessário.

Os sinais mais comuns são:

  • Ardor ao urinar;
  • Dor na região pélvica e abdominal;
  • Vontade frequente e repentina de urinar;
  • Sensação de não conseguir esvaziar a bexiga;
  • Aumento da frequência urinária e alterações no aspecto da urina, que adquire uma coloração escurecida;
  • Odor forte.

Em casos de infecção alta, pode apresentar sangue na urina (hematúria), dores na região lombar e febre alta, revelando comprometimento infeccioso dos rins (pielonefrite).

Quando a infecção urinária não é tratada corretamente durante a gravidez, pode gerar complicações para a mãe e o bebê, como por exemplo:

  • Trabalho de parto prematuro (pré termo);
  • Recém-nascidos de baixo peso;
  • Ruptura prematura de membranas amnióticas;
  • Restrição de crescimento intra-útero;
  • Paralisia cerebral/retardo mental;
  • Óbito.

Para diagnosticar a infecção, é preciso realizar um exame de urina tipo I e urocultura. Pode ser que o médico solicite uma ultrassonografia das vias urinárias, onde poderá mostrar se há a presença de cálculos ou deformidade no trato urinário, que pode ser a causa da infecção.

Como evitar a infecção de urina na gestação?

  • Evite segurar o xixi;
  • Limpe a região intima sempre que for ao banheiro, sem encostar o papel higiênico no ânus;
  • Lave a região vaginal com sabonete neutro sempre que tiver relações sexuais;
  • beba bastante água e demais líquidos saudáveis.

O tratamento da infecção urinária na gravidez normalmente é feito com o uso de antibióticos, como por exemplo a cefalexina, por um período de 7 a 10 dias.  Mas lembre-se, o uso de medicamento DEVE  ser apenas sob prescrição médica.