O que é?

A caxumba é uma doença viral aguda que atinge principalmente as glândulas salivares e o sistema nervoso central (SNC). Transmitida principalmente por tosse, espirro ou fala de pessoas infectadas. Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, a infecção por caxumba pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade.

Sinais e sintomas

  • Febre;
  • Calafrios;
  • Dores de cabeça musculares e ao mastigar ou engolir;
  • Fraqueza;
  • Ocorre o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar.

Diagnóstico

O diagnóstico é clínico baseado nos sinais e sintomas e história de contato com pessoas contaminadas.

Tratamento

O tratamento basicamente consiste no repouso, uso de medicamentos para aliviar a febre e dor local e observação cuidadosa quanto à possibilidade de aparecimento de complicações. No caso de orquite (inflamação nos testículos), o repouso e o uso de suspensório escrotal são fundamentais para o alívio da dor. Nos casos que cursam com meningite asséptica e encefalites o tratamento também é sintomático, conforme orientação médica.

Pessoas que tiveram contato com a doença e não comprove a situação vacinal, devem ser receber 1 dose da vacina Tríplice Viral.

Prevenção

Atualmente a forma de prevenção é através da vacinação. A vacina tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba) está indicada antes da exposição ao vírus e deve ser administrada aos 12 meses de idade e 2ª dose, exclusivamente, aos 15 meses de idade com a vacina tetra viral, para as crianças que já tenham recebido a 1ª dose da vacina tríplice viral de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

 

Referências

BVS Atenção Primária em Saúde. Contatos de pacientes com caxumba devem ser vacinados? Núcleo de Telessaúde Rio Grande do Sul | 13 nov 2018 <Disponível em https://aps.bvs.br/aps/contatos-de-pacientes-com-caxumba-devem-ser-vacinados/>

MINISTÉRIO DA SAÚDE, Blog da Saúde. Doenças da Infância: Caxumba. Fev/2015. <Disponível em http://www.blog.saude.gov.br/index.php/35119-doencas-da-infancia-caxumba>