A catapora é altamente contagiosa, mas quase sempre sem gravidade. Causada pelo vírus varicela-zóster e  são comuns em crianças menores de 10 anos.

Quem contrai a doença fica imune para o resto da vida contra a catapora, mas o vírus fica presente no organismo ( nos gânglios nervosos próximos à coluna vertebral), podendo reativar mais tarde causando Herpes zoster ( essa doença aparece quando a imunidade fica baixa, apresenta manchas vermelhas na pele, podendo causar dor e sensação de queimação no local)

Como ocorre a transmissão?

O numero maior de transmissão é no inverno, pois a concentração de crianças em ambientes fechados aumenta. O tempo do contato com o vírus até o surgimento da doença (incubação) é de 14 à 16 dias, variando entre 10 e 21 dias.

Sua transmissão ocorre através:

  • Saliva;
  • Secreções respiratórias;
  • Lesões na pele;
  • Objetos contaminados.

A transmissão inicia-se com 24 a 48 horas antes do surgimento das lesões da pele e se estende até o desenvolvimento das crostas (casca), cerca de 7 à 9 dias.

Sintomas

Os sintomas são variados, a quantidade de manchas vai de pessoa para pessoa.

  • Inicia pela febre (que pode chegar a 39,5° )
  • Mal-estar
  • Falta de apetite
  • Cansaço
  • Começam as manchas vermelhas (que coçam muito).
  • Formação bolhas (que depois de estourarem formam uma ferida)
  • Formando uma casca e depois some.

As lesões são mais numerosas no tronco, podem aparecer na mucosa como boca e genital.

Importante em adultos, gestantes e bebês devem ter cuidado maior, pois a doença pode se desenvolver com uma gravidade maior. Procure um médico assim que notar os primeiros sintomas.

Prevenção

A melhor prevenção é evitar o contato com pessoas que estejam com a doença. A partir do momento em que começam a surgir às primeiras manchas já existe chance de contagio e permanece até a última bolha secar. Portanto, se você ainda não teve a doença, ou está no grupo de risco, evite o contato com os pacientes.

A vacinação é recomendada após o primeiro anos de vida em uma dose única. Adolescentes com maior probabilidade em desenvolver a doença, necessitam 02 doses da vacina. (As pessoas mesmo vacinadas correm o risco de contrai a doença, porem os sintomas geralmente são mais leve)

Importante é que crianças e adultos com catapora devem se manter o máximo possível longe do convívio coletivo até que todas as bolhas sequem. Isso quer dizer que crianças não devem ir à escola, e os adultos precisam se afastar do trabalho.

Como tratar?

O tratamento deve ser conforme a avaliação médica, frente à gravidade da doença. Não é aconselhado o uso de medicações sem a prescrição, por exemplo, o Ibuprofeno e o AAS são proibidos, pois podem agravar a doença e desenvolver a Sindrome de Reye (uma doença grave, de rápida progressão e muitas vezes fatal, que acomete o cérebro e o fígado).