A vacina contra o vírus influenza já está sendo distribuída gratuitamente aos grupos de risco.

A campanha iniciou no dia 23 de abril de 2018 e a população deve procurar os postos de saúde do SUS até o dia 1º de junho para receber a vacina.

Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O Ministério da Saúde alerta para que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha para evitar gripe e seus possíveis agravamentos. Quanto à campanha, só fique de olho nas datas para cada subgrupo.

A campanha marca o início da 20ª  Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza – o Vírus da gripe.  De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina gratuita é trivalente. Portanto, protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último, conforme determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS), incluindo o H1N1 e o H3N2.

Fique atento (a). 

A vacinação durante a gravidez ainda é um tabu para muitas mulheres. O Ministério da Saúde só recomenda vacinação para gestantes quando se tem estudos que garantam a segurança tanto da mãe quanto de seu feto. Quando a mãe toma a vacina, ela passa anticorpos para o seu filho, ainda na barriga, e a criança vai nascer já com uma imunidade que nós chamamos de passiva, que vai da mãe para o filho.