Em tempos de altas temperaturas faz com que pensamos na segurança da criança,  devido vários problemas como:

  • Desidratação
  • Intoxicação alimentar
  • Micoses
  • Insolação
  • Otites
  • Conjuntivites
  • Brotoejas
  • Queimaduras

Como ajudar a se refrescar e manter a temperatura ideal do corpo

  • Procurar frequentar lugares arejados e ventilados
  • Não expor as crianças ao sol após as 9 horas da manhã.
  • Utilizar filtro solar FPS maior de 30 em crianças acima de 6 meses
  • Vestir as crianças com roupas leves
  • Lave as mãos e o rosto da criança com frequência
  • Separe objetos de uso pessoal
  • Verifique as condições de higiene dos alimentos. Especialmente se a refeição for realizada fora de casa.
  • O indicado é sempre uma alimentação variada, com legumes, frutas, verduras, grãos e proteínas (frango, carne bovina, peixe e ovos), além de líquidos em abundância.
  • Aumentar a quantidade de banho
  • Realizar mais trocas de fraldas
  • Ofereça líquidos regularmente, para mantê-los hidratados – crianças menores de 1 ano tem perda de líquido muito rápida e em grande temperaturas corre sérios riscos. ( As crianças menores de 6 meses devem receber apenas o leite materno)
  • Ventiladores e ar condicionados não devem ser colocados próximos ou em direção á criança. Em casos de ar condicionado os filtros devem ser limpos ou trocados regularmente.
  • Passeios tem que tomar alguns cuidados quanto às infecções de outras pessoas. Pensando nisso os passeios devem ser ao ar livre, longe de aglomerações, e na casa de indivíduos saudáveis. Quanto aos locais que não tenham essas características, é orientado esperar até o 4 mês do nascimento, pois é quando as vacinas já protege contra boa parte dos vírus. Até lá, se precisar ir ao shopping, bancos ou supermercados, é melhor optar pelos horários de menor movimento. Caso alguém vá segurar a criança, peça para que lave as mãos antes.
  • Ao qualquer alteração que a criança apresenta é indicado buscar atendimento médico.

 

Programa Alô Mãe