Algumas situações e sintomas são normais na gestação, porém nem todo mundo tem conhecimento e não sabe o que fazer quando aparecem. Segue explicações das situações mais comuns:

  • Gengivite

Acontecem sangramento gengival bastante comum durante a gestação, isso acontece por conta da variação hormonal. Por conta disso é importante utilizar escova de dente macia e fio dental diariamente.

  • Enjoos e vômitos

Normalmente acontecem nos primeiros meses de gestação, algumas mulheres não sentem nada e já outras permanecem por toda gravidez.  Nos casos de enjoos o ideal é que não fique muito tempo sem se alimentar, pois quanto mais  o estômago ficar vazio, pior será. A alimentação deve ser o mais saudável possível, em pouca quantidade e várias vezes por dia. Pela manhã que geralmente os enjoos são mais fortes, procure se alimentar de frutas ou alimentos mais secos como bolachas de água e sal e pão.

Quando acontece os vômitos, não escove os dentes de imediato, apenas faça um bochecho com água e após 30 minutos escove os dentes.

Saiba mais em: Hiperemese gravidica 

  • Azia e queimação

Acontece mais no 3 trimestre gestacional onde a digestão fica mais lenta. Nesses casos deve comer pouca quantidade várias vezes ao dia, evitar líquidos nas refeições e esperar pelo menos 1 hora após as refeições para se deitar.

  • Cãibras e formigamentos nas pernas

Na gestação se tornam frequentes, provavelmente relacionada às mudanças na circulação sanguínea ( diminuição de cálcio e o aumentos do fósforo na circulação ocasionado pela incapacidade venosa devido a compressão das veias pelo útero) e o peso extra corporal. A indicação é moderar o esforço físico, procurar realizar alongamentos pela manhã e no final do dia, tomar bastante líquido ( água e sucos de frutas), realizar pequenas massagens e aquecer um pouco as pernas pode ajudar.

Saiba mais em: Gestação: Câimbras ou Cãibras?

  • Varizes

Esse problema acontece por conta da dilatação das veias para formar o bebê e problemas de circulação. Indica-se que evite permanecer muito tempo em pé ou sentada, procure a cada 2 horas ficar com as pernas elevadas, sempre da altura do seu corpo.  Meias elásticas, sapatos e roupas largas também podem ajudar.

Saiba mais em:  Varizes e tromboembolismo na gestação

  • Dor na coluna e dor na barriga

Durante toda a gestação a mulher pode sentir um incômodo nas costas. Isso acontece devido o posicionamento do bebê, dilatação do corpo para adaptação da gestação e o peso do bebê. Para o alívio desses incômodos a gestante principalmente não deve carregar peso, porém  uma boa alimentação e atividade física pode ajudar a fortalecer a musculatura e melhorar a postura.

Saiba mais em:  Saúde da coluna

  • Hemorroidas

Devido a grande quantidade de hormônio na gestação o intestino tende a ficar mais preguiçoso.  Para não deixar o problema acontecer é indicado uma boa alimentação, tomar muito líquido para hidratação intestinal. Quando existe o problema o médico pode indicar cuidados específicos, mas em casa são indicado banhos de assento com água morna.

Saiba mais em: Dicas para melhorar a Constipação intestinal ou Prisão de ventre

  • Aumento na vontade de urinar

Algumas mulheres passam por isso desde que se descobre a gestação, ficando mais comum e frequente nos últimos meses. Não deve sentir nenhuma queimação ou ardência quando urinar, isso pode ser um indicativo de infecção.  Para que não acontece nenhuma alteração é indicado que utilize calcinhas de algodão, tomar bastante água, não segurar muito tempo a urina, utilizar sabonete neutros glicerinados e se limpar de frente para trás (do local mais limpo para o mais sujo).

  • Secreção vaginal

Devido a grande quantidade hormônio na gestação é considerado normal ter corrimento, desde que seja transparente ou branco bem clarinho, sem cheiro e mais líquido. Porém deve ficar atenta, se começar aumentar a quantidade e vir acompanhado por coceira, ardência, cheiro diferenciado e coloração amarelada, nesses casos deve buscar atendimento médico para avaliação.  É indicado para prevenção de alterações nesse corrimento tomar bastante líquido (cerca de 2l á 2,5l de água todos os dias), utilizar roupas íntimas de algodão ( o elastano abafa a região e pode facilitar o desenvolvimento de bactérias), Passar bem o fundo da calcinha,  realizar a higiene íntima de frente para trás (do local mais limpo para o mais sujo) e  procurar utilizar sabonetes neutros glicerinados ( sabonetes íntimos podem mudar o PH vaginal e favorecer alterações).

Saiba mais em: Corrimento branco na gestação…o que pode ser?

Programa Alô Mãe