A população de pessoas com diabetes no Brasil é estimada em 13 milhões e o país ocupa a 4ª posição no ranking mundial. Segundo o Ministério da Saúde houve um aumento de casos em 54% entre os homens e 28% entre as mulheres.

O que é Diabetes:
Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina, é um hormônio produzido pelo pâncreas, responsável por controlar a quantidade de glicose (açúcar) no sangue, transformando-a em energia para manutenção das células do nosso organismo.

Quando não tratada, o diabetes pode levar a complicações bastante prejudiciais à saúde, incluindo complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Cuidado! Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.

Quais os sintomas do diabetes?
Os principais sintomas do diabete são: fome e sede excessiva e vontade de urinar várias vezes ao dia.

Quais os tipos mais comuns de Diabetes?

  • O diabetes tipo 1 é resultante da destruição autoimune das células produtoras de insulina. O diagnóstico desse tipo de diabetes acontece, em geral, durante a infância e a adolescência, mas pode também ocorrer em outras faixas etárias.
  • Já no diabetes tipo 2, o pâncreas produz insulina, mas há incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Esse tipo de diabetes é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, acima do peso, sedentárias, sem hábitos saudáveis de alimentação, mas também pode ocorrer em jovens.

Diabetes gestacional
Em mulheres com diabetes na gestação, a principal complicação fetal é a macrossomia, que se associa à obesidade infantil e ao risco aumentado de síndrome metabólica na vida adulta e aundo não bem controlado pode levar inclusive à morte do feto. Saiba mais aqui!

Como prevenir o diabetes?
A melhor forma de prevenir o diabetes e diversas outras doenças é optar por prática de hábitos saudáveis, tais como:

  • Comer diariamente verduras, legumes e, pelo menos, três porções de frutas.
  • Reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras.
  • Parar de fumar.
  • Praticar exercícios físicos regularmente, (pelo menos 30 minutos todos os dias).
  • Manter o peso controlado.

O Diabetes pode ser evitado quando conseguimos prevenir o surgimento, adotando um estilo de vida mais saudável. Se a doença já foi instalada, os cuidados com alimentação e tratamento são ainda mais intensos, em alguns casos, o uso de medicamentos é necessário.

Importantíssimo! O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta gratuitamente nas unidades de atenção básica serviços para prevenção, detecção, controle e tratamento medicamentoso do diabetes.

Referências:
Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. Manual de Gestação de Alto Risco. Disponível em: https://www.febrasgo.org.br/images/arquivos/manuais/Manuais_Novos/gestacao_alto-risco_30-08.pdf.
Sociedade Brasileira de Diabetes. CONDUTA TERAPÊUTICA NO DIABETES TIPO 2: ALGORITMO SBD 2019. https://www.diabetes.org.br/publico/images/pdf/sbd_dm2_2019_2.pdf.
Ministério da Saúde. Diabetes (diabetes mellitus): Sintomas, Causas e Tratamentos. Disponível em: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/diabetes.